Nosso condicionamento físico deve ser moldado em características físicas que nos tornarão cada vez mais capazes de realizar as habilidades motoras necessárias para termos uma vida saudável e produtiva fisicamente.

Ou seja, estar bem fisicamente, faz com que uma pessoa seja mais produtiva e disposta, além do aperfeiçoamento nas capacidades cognitivas, melhorando a concentração e a memória.

Diariamente, realizamos diversas atividades que nos exigem um certo preparo físico, para que, por mais que a atividade seja simples, ela não nos consuma a ponto de diminuir a nossa produção física diária. Essas atividades podem ir de um movimento simples, como sentar em uma cadeira e subir um lance de escada, ou um pouco mais intensa, como carregar uma geladeira durante uma mudança. Cada uma dessas atividades, vão nos desgastar fisicamente e, o nosso condicionamento físico é o que vai dizer como ficaremos após essa atividade.

Baseado nisso, uma das valências físicas mais exigidas durante a nossa rotina é a resistência cardiovascular, que é justamente aquela característica que faz o nosso coração acelerar de forma considerável após uma exigência física. É aquela que você precisa parar para respirar após subir um lance de escada ou fazer uma leve corrida para pegar o ônibus.

O condicionamento cardiovascular é uma valência física extremamente necessária para uma pessoa saudável, pois ela acaba influenciando todas as outras valências, como a de força e resistência muscular. Ou seja, eu posso ser forte, levantar bastante peso, mas cansar rápido durante a execução, pois a minha resistência cardiovascular está baixa. Isso mostra que, além de eu precisar treinar as capacidades físicas de fortalecimento, preciso treinar de forma específica o condicionamento cardiovascular.

Esse método de treinamento geralmente está associado ao exercício aeróbio de média à alta intensidade e com durações acima de 20 minutos de treino. O método de treino aeróbio, além de aumentar o consumo máximo de oxigênio (aperfeiçoamento do condicionamento cardiovascular), o treinamento aeróbico aumenta também a atividade das enzimas oxidativas e aprimora os estoques de glicogênio intramuscular, facilitando o processo de hipertrofia.

Além disso, é importante levar em consideração que, a modalidade escolhida, seja ela treinamento funcional, modalidades esportivas ou atividades cíclicas, devem ser de preferência do praticante pois, só conseguimos ter o aperfeiçoamento aeróbio quando o treinamento eleva os níveis atuais de condicionamento cardiovascular e, isso é extenuante e pode trazer um certo desconforto durante o treino, por isso, é importante que a atividade seja a mais prazerosa possível para o praticante.

==> Conheça as unidades da DoctorFit

Seja um franqueado DoctorFit

Deixe os seus dados abaixo para receber a ligação do nosso time de expansão.
Divulgue para todo mundo :D

Escreva seu comentário sobre esse post!