O treinamento físico regular é a melhor escolha para sua saúde e prevenção de doenças do envelhecimento, se você ainda não incluiu esse hábito em sua rotina, está mais do que na hora!

Entre as valências físicas que precisam ser treinadas está o equilíbrio e a estabilidade. O primeiro se refere a capacidade de manter o controle do corpo em uma posição imóvel, enquanto o segundo é relacionado a capacidade de manter o controle do corpo durante o movimento.

Treinar equilíbrio/estabilidade é muito estimulado na infância, na fase de aprendizagem motora até os 6 anos com objetivo de criar planos motores cerebrais automatizados para a musculatura estabilizadora ser acionada no momento certo, como por exemplo permanecer em um pé só. Quanto permanecemos somente com um pé em contato com o solo há uma tendência do corpo cair para o lado oposto ao apoiado, isso não acontece porque são ativados os músculos estabilizadores do quadril, que, entrando em ação impedem o movimento, mantendo o quadril parado, equilibrado. O treinamento dessa postura, por exemplo, é fundamental para a execução da marcha, ou seja, do caminhar, movimento em que permanecemos variando o apoio de um lado para o outro do quadril. Quem apresenta dificuldade de equilíbrio em um pé só pode evoluir para alterações da marcha, levando a desbalanços musculares e lesões articulares.

Muito se fala também da importância do equilíbrio e estabilidade para a população idosa, na qual, as quedas podem ser responsáveis por uma grande perda de funcionalidade e aumento da morbimortalidade geral. Um excelente exemplo são as fraturas de fêmur na terceira idade, elas, segundo Macedo et al. (2019) em artigo sobre o tema dentro dos serviços públicos brasileiros, evidenciou quase 400 mil internações em um ano com custo maior que 85 milhões de reais. Para se chegar a década dos 70 ou mais, portanto, o treinamento do equilíbrio e da estabilidade são cruciais.

A estabilidade está mais relacionada a capacidade de resistir ao movimento, ou seja, ativar os músculos estabilizadores para parar o movimento. Vou explicar melhor com o exemplo da caminhada. Durante o movimento da marcha que é automatizado em nosso córtex pré-frontal e controlado pelo cerebelo, temos a tendência que o corpo continue sempre em movimento para frente, contudo, se for preciso frear/parar a caminhada, precisaremos ativar os músculos estabilizadores do tornozelo, quadril e tronco de forma coordenada e efetiva. Portanto, quanto o tema é estabilidade estamos falando do movimento antecipado da musculatura para evitar que um outro movimento indesejado aconteça.

A chave dessa história toda está no treinamento da musculatura para executar as ações de equilíbrio e estabilidade. Como sempre deixo registrado, o treinamento correto necessita de supervisão capacitada, de técnica de treino bem executada de planejamento de progressão de dificuldade, intensidade e carga. As franquias DoctorFit estão preparadas para executar esse treinamento e em nossos espaços recebemos desde crianças até idosos, montando e modificando as sessões de treino de acordo com as necessidades de cada cliente.

Está esperando o que para começar?

==> Encontre a unidade da DoctorFit mais perto de você

É investidor ou profissional de educação física?

Seja um franqueado DoctorFit

Deixe os seus dados abaixo para receber a ligação do nosso time de expansão.
Divulgue para todo mundo :D

Escreva seu comentário sobre esse post!