Manter uma alimentação saudável no nosso dia a dia já é difícil, correria da rotina, comer fora de casa, lanchar o que tiver à disposição no trabalho…

Bom, mas e agora?Qual a desculpa de não melhorar a qualidade alimentar na quarentena estando em casa e, com certeza, com mais tempo para organizar as refeições?

Eu tenho uma desconfiança: o fator emocional!

Vivenciar algo novo e assustador como estamos passando com certeza está nos deixando mais ansiosos. Ter que ficar dentro de casa na incerteza do que está acontecendo lá fora e do que pode ocorrer conosco, também causa grande angústia. Aí, ficamos com fome… fome emocional!!! É uma fome que te dá desejos de comida específicas e que apesar de comer grande quantidade você não se sente satisfeito.

Você conhece ela?

Se você tem consciência de que é por essa situação que está passando, precisamos trabalhar o seu comportamento alimentar. É necessário, como primeiro passo, que você traga para o consciente a vontade de comer identificando os seus pensamentos, analisando suas memórias em relação a cada alimento e definindo o porquê você está fazendo tal refeição.Será fome física? Será costume de comer nesse horário? Será uma necessidade de carinho ou afeto?

Depois de melhorar a consciência da fome emocional, outra estratégia fundamental para não cair em tentação é: não comprar para ter em casa o que é proibido! Quando deixamos próximos aos nossos olhos os alimentos que sabemos que nos trazem bons sentimentos, que são gostosos, apetitosos e, claro, calóricos, qualquer pensamento negativo que venha a sugerir, ou mesmo essas incertezas que estamos vivendo, esses alimentos serão utilizados como forma de paliar a dor. Se você costuma fazer isso já deve ter percebido que o sentimento de alívio da dor é momentâneo e que rapidamente a fome emocional está de volta e a sua consciência abalada por não ter sido forte e resistido. No fundo você já sabia o resultado final. Então, não compre! Reduza esse sofrimento.

O terceiro ponto que quero escrever é: deixe a mão alimentos saudáveis que você possa “beliscar” durante o dia e não vão comprometer a dieta, como frutas. Corte algumas e coloque em um prato, faça pedacinhos pequenos e deixe bem geladinhas. Para acompanhar quem sabe uma água saborizada? 2 litros pelo menos ao dia farão você se sentir mais ativa e saudável e com menos fome emocional.

 

Agora é com você! Boa sorte!

Divulgue para todo mundo :D

Escreva seu comentário sobre esse post!