Eu gostaria de ter um remédio que pudesse fazer todas as pessoas que querem perder peso atingirem seus objetivos…
Mas as coisas não funcionam bem assim.
Com certeza se você já tentou perder peso um dia, sabe que emagrecer é “suado” e permanecer magro é bem difícil!

Bom, então o que fazer?

Primeiramente ter consciência que precisa perder peso. E não pode ser aquela fala da “boca para fora” sabe, tipo se olhar no espelho e pensar: “seria bom se eu fosse mais magro”, ou na hora de colocar uma roupa para ir à praia e pensar “não vou comer mais!”. Para emagrecer é preciso determinação e coragem.

Falo em determinação e coragem porque nosso corpo foi planejado e evoluído geneticamente para economizar energia, e faz isso com muita capacidade. Toda a vez que tem chance acumula energia para momentos de menos disponibilidade de nutrientes, como se homens da caverna ainda fossemos. E se a escassez está grande, como nos regimentes de baixa caloria, ele reduz o metabolismo, para gastar menos. Por esses e outros ajustes finos da nossa fisiologia, emagrecer não acontece somente com balanço energético negativo.

Claro que por um período curto de tempo e principalmente quando ainda jovens, reduzir a quantidade de calorias diárias resulta em perda ponderal total. Essa afirmativa já começa a se complicar com o envelhecimento corporal quando os sistemas fisiológicos e secreção hormonal estão alterados e não respondem tão bem aos estímulos. Mas, no geral, reduzir o consumo de calorias nos faz perder peso nas primeiras duas a três semanas de dieta hipocalórica, depois os ajustes corporais começam a deturpar esse resultado tão animador inicial.

Este ponto de corte é o maior momento de desistência das pessoas da dieta!
É onde  passamos a perceber que não será tão fácil assim driblar um sistema tão bem planejado como a máquina perfeita do corpo humano.

Enfim, o que devemos então fazer com toda essa determinação e coragem?

Escolher alimentos de boa qualidade e fazer exercícios certamente é fundamental, mas o segredo está na PERMANÊNCIA dos bons hábitos, e claro, puxando para o meu lado, a escolha correta dos exercícios.

Aí, finalmente, é que entramos nós com o treinamento funcional da DoctorFit, porque também não é qualquer exercício que se diga funcional que vai ser efetivo para o emagrecimento.

Os exercícios funcionais são aqueles executados sem o auxílio de máquinas, são mais efetivos para o emagrecimento porque no geral proporcionam elevado gasto energético durante e após a sessão de treino.

As calorias perdidas nos treinos funcionais batem recordes porque o próprio tipo de exercício sem o auxílio de máquinas e roldanas exige que o corpo gaste energia para se manter em pé e nas posturas de treino. Além disso, o caráter integrado e combinado dos movimentos faz com que muitos grupos musculares sejam mobilizados ao mesmo tempo, o que também produz um efeito multiplicador do gasto de calorias.

Ainda temos mais uma importante característica do treinamento funcional ele normalmente é executado em sessões curtas com intensidades alternadas o que permite um treino dentro da faixa de maior empenho metabólico, ou seja, maior estresse corporal.

O trabalho fisiológico para o restabelecimento dos estoques e ressíntese dos tecidos, por exemplo, do treino intervalado de moderada a alta intensidade produz um maior consumo de oxigênio no pós-treino com duração de até 6 horas após o encerramento da sessão.

Este gasto é muito bem explicado na fisiologia. Exercícios de maior intensidade são mais estressantes para o metabolismo, proporcionando maiores ajustes corporais e maior gasto de energia. É a adrenalina liberada no estresse, por exemplo, que tem a função de acionar os ácidos graxos armazenados no tecido adiposo para a produção de energia.

A liberação de muitos lipídios na corrente sanguínea para serem utilizados como fonte de energia por si só não quer dizer que vamos queimar mais, vai depender da intensidade da sessão a necessidade corporal de maior produção energética para o esforço realizado.

A medida que proporcionamos repetidamente esforços de grande intensidade o corpo também vai se ajustando as necessidades e por isso é fundamental que o estimulemos de diversas formas diferentes. Nossa saída na DoctorFit, por exemplo, é proporcionar aos nossos alunos todos os dias treinos diferentes, dificultando a adaptação corporal e provocando grandes ajustes metabólicos em todos os treinos.

Enfim, se você está buscando emagrecer opte pelo treinamento funcional e saia da monotonia dos métodos tradicionais, das três séries de 15, com os mesmos exercícios por 8 semanas e ainda com intervalos que o fazem perder tempo e reduzem o impacto do treino no gasto calórico e nos ajustes fisiológicos.

Boa sorte e até a próxima e se ficou alguma duvida manda um Whatsapp para gente!
(49) 9 9966-2885

Escreva seu comentário sobre esse post!